Como funciona

Hydro-fuel

Para dissociar água em hidrogênio e oxigênio separados

este é o coração do

sistema , uma combinação

de tecnologia para a dissocia-

ção electrolítica de água

nossa patente

Todos os motores a combustão interna tem uma combustão incompleta do combustível (Gasolina, Diesel ) e o resultado é a poluição do meio ambiente, este fenômeno causa um problema bem conhecido da ciência , a limitação  física do combustível fóssil como gasolina, diesel e etc a qual tem uma velocidade de propagação da chama muito baixa para o regime de um motor endotérmico , ou seja  não ocorre a queima de todo o combustível que está no motor , mas somente uma percentual dele, o resto é expulso através do canal de descarga saindo como gás poluente, o que causa um alto consumo, baixo rendimento e poluição. O hidrogênio tem um alto conteúdo de energia por unidade de peso de qualquer combustível conhecido, 120,70 KJ/g é 3 vezes superior a gasolina por exemplo, quando adicionado ao combustível na câmera de combustão de um motor endotérmico um justo percentual de hidrogênio promoverá uma combustão melhor, conseguindo queimar quase 90% da nova mistura de gasolina e hidrogênio, com uma conseqüente  redução do consumo da gasolina ( de 25 a 40%), um aumento da potência em cavalo do motor              ( 15 a 20% ) e uma sensível diminuição da poluição (80%). A nossa empresa conseguiu produzir um gerador de alta qualidade realizado com material e tecnologia de última geração, por meio do qual a água desmineralizada, é dissociada em hidrogênio e oxigênio, de maneira a obter a máxima produção de hidrogênio puro com a utilização de uma pequena quantidade de energia elétrica fornecida pelo alternador do veiculo. O hidrogênio puro em forma gasosa vem produzido e enviado diretamente para a câmera de combustão do motor, acelerando a completa combustão da gasolina, diesel ou GPL metano, sem a presença do oxigênio produzido da eletrolise o que causaria efeitos negativos em termos de economia do combustível como ocorre no sistema HHO, uma vez que o sensor de oxigênio “ Landa “ enviará a informação de “mistura pobre” a unidade  a qual  enviará mais combustível no motor com relativo aumento do consumo. O contrário ocorre com o hidrogênio puro o sensor de oxigênio “ Landa“  transmite a informação a unidade de “mistura rica” e reduz a quantidade de alimentação de combustível. Por este motivo, não é necessário nenhum suporte eletrônico ( chip) que engana o sensor de oxigênio “ Landa “ e ou nenhuma modificação no sistema de alimentação do veiculo .